Mulheres que estão ajudando a definir a arquitetura mundial Sua Obra
Notícias

Aqui você encontra
novidades que acontecem
no Brasil e no mundo.

Imprimir

Mulheres que estão ajudando a definir a arquitetura mundial

Os grandes nomes femininos da arquitetura 

por: archdaily.com.br

"Onde estão as mulheres arquitetas?" Lamenta a professora e historiadora da arquitetura Despina Stratigakos em seu livro. O sentimento certamente ecoou e foi bem compreendido por muitas mulheres que trabalham na profissão e têm que romper diariamente algumas barreiras estabelecidas por uma disciplina, infelizmente, dominada por homens. Sabemos que o número de mulheres na prática da arquitetura é pequeno, e fica ainda menor quanto mais alto subirmos nas hierarquias da profissão.

Faça já um orçamento grátis para Projeto de Arquitetura.

É por isso que queremos reconhecer as mulheres que estão trilhando seus caminhos na profissão, liderando escritórios e ajudando a definir a arquitetura contemporânea. Para comemorar o Dia Internacional da Mulher este mês, lançamos uma chamada aberta para reconhecer as mulheres que estão se destacando na arquitetura e que, até o momento, não haviam sido publicadas por nós. 

O que encontramos foi um grupo incrível de mulheres que nos impressionaram com seus projetos, sua ética de trabalho e sua dedicação à profissão. Essas mulheres não apenas projetam e constroem, mas também lideram equipes, gerenciam escritórios e, eventualmente, dão o salto para se tornarem suas próprias chefes, alcançando a liberdade para fazer as coisas do seu próprio jeito. 

Ânia Gabriel Abrantes 

escritório: Ânia Gabriel Abrantes arquitectura | Aveiro, Portugal

Ânia apoia a sua prática num princípio constante: cada projeto é entendido como um caso singular. Esta condição procura integrar arte e arquitetura com uma obrigatória teia de relações entre o projeto, a obra, o lugar, o seu enquadramento, o programa, limitações e os seus utilizadores.

Husna Rahaman 

escritório: Fulcrum studio | Bangalore, Índia

Somos aventureiras, descobridoras e brincalhonas. Essa alegria e calma vem através das linhas que esboçamos, dos sonhos que tecemos e do zelo com o qual apostamos numa nova realidade - o projeto acabado.

Roxana Mendoza

escritório: Agave Arquitectos | Hermosillo, México

Eu vejo meu trabalho como uma missão diária para realizar as necessidades humanas básicas. Arquitetura é uma oportunidade para transformar cidades e tenho o poder de fazer isso. Eu, como arquiteta, sou o consciente da cidade. Eu tenho a capacidade de dizer às pessoas o que é bom e ruim, o que será uma satisfação temporária ou um prazer eterno. Arquitetura é mágica, define nosso comportamento. As cidades não vivem através das pessoas, elas vivem da arquitetura. As pessoas vêm e vão, boa arquitetura permanece para sempre.

Hulda Jónsdóttir 

escritório: Huldajons | Copenhague, Dinamarca

Trabalho com arquitetura residencial na Islândia. Construí minha primeira casa para um cliente em 2016, sozinha. Dois anos depois, ainda sou independente e tenho projetado e desenhado casas para clientes independentes na Islândia, além de trabalhar em colaborações com fóruns de arquitetos. Eu me concentro em projetar um santuário para o cliente, por isso, trabalho em estreita colaboração com ele para encontrar a melhor solução para seus desejos. Ao mesmo tempo, penso em como tornar o projeto prático, atemporal e divertido.

Georgia Lobo e Anita Freire 

escritório: Oficina D.A. | São Paulo, Brasil

Oficina D.A. é um escritório formado pelas arquitetas Anita Freire e Georgia Lobo que atua em diversas frentes de trabalho: projetos de arquitetura, estudos urbanos, mobiliário e fotografia. Ambas se graduaram em 2008 pela Escola da Cidade e trabalharam até 2011 no escritório SIAA. De 2011 a 2013, Anita trabalhou na empresa Diagonal, na coordenação de Diagnósticos Integrados em socioeconomia e pesquisas territoriais, enquanto Georgia trabalhou, de 2009 a 2013, no escritório de Pedro Mendes da Rocha na elaboração do projeto do Museu da História de São Paulo.

Faça já um orçamento grátis para Projeto de Arquitetura.

Ursula Emery McClure

escritório: emerymcclure architecture, llc. | Lafayette, EUA. 

Nossa prática de pesquisa especula sobre o papel do projeto na confluência de sistemas múltiplos, aparentemente contrários, e aspira desenvolver a tectônica que configura seus futuros. Os lugares onde construímos nunca são simples, nossas condições nunca são previsíveis e nossos parâmetros estão sempre em fluxo; eles existem nas bordas e zonas transformacionais. Nossa prática busca definir as potencialidades encontradas em sistemas complexos e contribuir com as ricas tradições de diferentes partes do mundo em que contextos socioculturais e físicos estão intimamente ligados à arquitetura.

Nathalie Eldan 

escritório: NEA | Paris, França

O NEA é um estúdio internacional com sede em Paris dedicado à arquitetura, pesquisa e estratégias urbanas. O NEA atua em todo o espectro de arquitetura, desde a construção e urbanismo até as intervenções na cidade, pesquisas e publicações, desenvolvendo projetos com uma abordagem ética em relação ao território, sociedade e meio ambiente.

Débora Vieira Mendes de Oliveira 

escritório: Tetro Arquitetura | Belo Horizonte, Brasil

Débora é natural de Belo Horizonte, formada pela UFMG em 2005 e sócia da firma Tetro Arquitetura. Atua em projetos de arquitetura, interiores, design e paisagismo. Busca uma arquitetura que responda às demandas atuais da sociedade, que explore métodos construtivos variados e, principalmente, que crie interações pouco usuais com o entorno natural ou construído.

Faça já um orçamento grátis para Projeto de Arquitetura.

Mariana Pereyra 

escritório: 20 metros cuadrados | Montevidéu, Uruguai

Mariana Pereyra nasceu em Montevidéu, Uruguai e é arquiteta formada pela Universidade De La República (2009). Em 2011, fundou, em conjunto com o arquiteto Javier Tournier, o estúdio 20 metros cuadrados, especializado em projetos efêmeros e cenografia. Seu trabalho envolve a produção de eventos, programação de montagem, soluções técnicas e desenho de palcos, bastidores e vestiários, entre outros.

Marina Panzoldo Canhadas

escritório: Marina Canhadas | São Paulo, Brasil

Arquiteta, pesquisadora e professora, atualmente se dedica a trabalhos de autoria própria e em livres associações com outros arquitetos e artistas transitando entre a escala da arquitetura e do objeto, nos contextos das grandes cidades latino-americanas São Paulo e Cidade do México. Toma como base a fundamentação teórica e experimental, investigando características específicas do território de atuação que possam ser incorporadas ao projeto.

Marina Villelabeitia 

escritório: estudio 3S LAB | Rada Tilly, Argentina

Marina Villelabeitia é Arquiteta e Gerente Cultural da FADU / UBA. Trabalha de forma independente em Buenos Aires e na Patagônia, investigando as correspondências entre paisagem, identidade e cultura através de explorações que se baseiam em diferentes disciplinas. Sua série chamada MUNDO PETROLEO foi selecionada para a exposição argentina na Bienal de Veneza, como parte da exibição maior VERTIGO HORIZONTAL.

Ludmila Castro e Estefanía Grandal

escritório: Encaixe Arquitectura | O Porriño, Pontevedra, Espanha

Estefanía Grandal Leirós (Arquiteto ETSAC 2012) e Lyudmila Castro Fiorito (Arquiteta Escola Superior Gallaecia 2016) são sócias da Encaixe Arquitectura, um pequeno estúdio fundado em 2015 com sede em O Porriño, Espanha. Sua vocação é ajudar as pessoas a projetar espaços com vida que respondam às necessidades dos usuários, aprimorando as qualidades materiais e espaciais para criar lugares únicos com personalidade.

Beatriz Marques 

escritório: Sabiá Arquitetos | São Paulo, Brasil

De projetos de mobiliário e interiores a projetos de edificações e espaços livres, Beatriz e seu escritório se mantêm abertos a colaborações com profissionais das diversas áreas, visando expandir as possibilidades do campo de atuação. A partir de uma leitura cuidadosa das especificidades de cada projeto, buscam solucionar as questões colocadas de modo claro e sustentável, com o máximo aproveitamento dos recursos materiais e sociais disponíveis.

Essa lista é uma pequena amostra do brilhante trabalho que vem sendo realizado por mulheres no campo da arquitetura e nas fronteiras dele. Edifícios, residências, instalações urbanas, exposições e projetos especulativos são apenas uma parcela da atuação dessas profissionais que, além de ajudarem a desmasculinizar a disciplina, contribuem, através de sua prática, com a evolução da própria arquitetura. 

Faça já um orçamento grátis para Projeto de Arquitetura.